Pintura de Fachadas

 In Vida do Condomínio

A pintura de fachadas é muito importante para a conservação dos edifícios.

Os maiores inimigos da conservação dos edifícios é a água, as diferenças térmicas e a poluição. Uma pintura em bom estado de conservação é essencial para uma proteção eficaz. Desta forma, um bom estado de conservação da pintura das fachadas permite uma economia considerável nos custos de manutenção de edifícios e de consumo energético para o aquecimento e arrefecimento das casas.

É aconselhável que pinte o seu edifício de 10 em 10 anos, mantendo assim a qualidade dos materiais aplicados.

Qualidade das Tintas

A escolha das tintas a utilizar deverá ser feita com especial atenção. Há muitas formas de poupar numa obra mas, a qualidade das tintas nunca deverá ser descurada. Infelizmente há muitas tintas de fraca qualidade no mercado.

pintura_fachada_02Como escolher o tipo de tinta a utilizar. Por exemplo, se o seu edifício já tiver sido pintado com tintas “membrana”, terá de ser novamente pintado com uma tinta do mesmo tipo. Aproveitamos para ressalvar que existem novas tintas “membrana” que permitem a libertação de água das fachadas de modo a que não se criem bolsas de água como acontecia anteriormente. Caso o seu edifício tenha sido pintado com uma tinta “acrílica”, terá de se optar entre pintar novamente com uma tinta “acrílica” e pintura com tinta “membrana”. Caso o edifício apresente fissuração uma forma de combate-la é precisamente com a aplicação de uma tinta “membrana” pois esta apresenta uma maior elasticidade e capacidade de cobertura.

Na pintura de muros, floreiras, não deverá ser aplicada uma tinta de membrana. Deverá ser usada uma tinta que possibilite a passagem de água.

Antes da pintura deverá ser efetuada a abertura de todas as fraturas, limpeza e posterior preenchimento com uma argamassa flexível. Esta argamassa deverá ser a mais parecida possível com a existente mas, como é difícil de determinar exatamente a concentração usada no reboco inicialmente aplicado, deverá ser usada uma argamassa flexível. Se fosse usada uma argamassa mais rígida, a nova argamassa iria fraturar e inclusive fazer fraturar também os rebocos circundantes. Este é um dos erros mais comuns na pintura de fachadas. O desconhecimento dos melhores métodos leva muitas vezes a que se adicione mais cimento de forma a criar uma argamassa mais resistente tendo o efeito contrário ao pretendido.

Deverá ser respeitado a aplicação de primários pois, permitirá a poupança de tinta e consequentemente de custos, bem como uma melhor impermeabilização da parede.

As serralharias deverão ser limpas de toda a oxidação e ferrugens e tratadas. A pintura de serralharias deverá ser executada com uma maior periodicidade que a pintura de fachadas de edifícios.

Aproveite para executar uma boa lavagem de estores pois, raramente haverá um acesso tão privilegiado (seja por andaimes, rappel, ou bailéu).

Aproveite também para trocar os mástiques (silicones) da parte exterior dos caixilhos. Normalmente estes silicones têm um período de vida útil de apenas 8 anos.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Aquando a pintura de fachadas de um edifício deverá também ser tida em conta a impermeabilização das juntas de dilatação. Este é um ponto muito sensível, é um dos principais pontos de passagem das águas, em média a qualidade e vida útil das juntas de dilatação não ultrapassa os 10 anos.

Também deverá ser tida em consideração a pintura e impermeabilização de guarda-fogos e rufos bem como das chaminés.

Andaimes, rappel ou bailéu?

A pintura com andaimes possibilita um melhor acesso a todas as partes e os resultados costumam ser melhores. A vantagem também é que uma pintura com andaimes pode ser facilmente fiscalizada. Caso seja esta a opção tomada, tenha em conta a segurança contra roubos pois os andaimes podem facilitar o acesso de estranhos. Para tal existem alarmes de andaimes e deverão ser recolhidas as escadas de acesso aos andaimes todas as noites.

Para a utilização do bailéu ou de rappel deverá ser confirmada uma boa zona de ancoragem dos mesmos. A desvantagem é que estes métodos permitem descer mas não efetuar movimentos horizontais e não facilitam uma correta fiscalização dos trabalhos realizados.

Prefira pintura a rolo a “pintura com pistola” pois a qualidade costuma ser superior.

Para mais informações contacte a PRADO CONDOMINIOS

Start typing and press Enter to search